No setor de serviços financeiros (FSI) de todo o mundo, os ataques cibernéticos representam um dos maiores riscos de violações regulamentares e potenciais perdas, o que é agravado pelo crescente volume e a sofisticação dos ataques que estas instituições enfrentam. As falhas na segurança cibernética podem afetar as operações, os sistemas principais e a reputação de um banco.