O aumento das restrições de orçamento e a demanda crescente por enormes quantidades de largura de banda de rede estão gerando dúvidas nas organizações entre a opção de criar redes privadas dedicadas ou continuar comprando serviços de rede gerenciados. A criação de uma rede privada — seja de campus, metropolitana, regional ou nacional — se torna mais atraente com a necessidade de suporte ao big data, mobilidade, consolidação de data centers ou para aumentar a confiabilidade e a segurança de dados altamente sensíveis e essenciais.