Gary Smith  é o presidente da Ciena e seu diretor executivo (CEO) há 14 anos. Gary é membro do National Security Telecommunications Advisory Committee do Governo Obama e faz parte da diretoria da Avaya e da CommVault Systems.

Hoje a Ciena concluiu a aquisição da Cyan, um provedor líder de softwares e plataformas de nova geração para ativação de redes SDN. Tive a oportunidade de ouvir Gary Smith, CEO da Ciena, sobre o que essa aquisição significa para a Ciena e o que ela representa para os nossos clientes.  A seguir, suas palavras:

P: Por que adquirir a Cyan?

Gary: A Cyan acrescenta alguns dos melhores recursos de software que complementam muito bem nossos atuais esforços de SDN e NFV.  Por exemplo, os recursos de orquestração de serviços e redes de vários fornecedores da Cyan proporcionam uma base importante para a implantação de uma infraestrutura definida por software, de vários fornecedores e verdadeiramente aberta.

E não podemos esquecer que a Cyan acrescenta também um negócio de pacotes ópticos de valor imediato, complementando a nossa base de clientes.

P: A aquisição da Cyan representa um investimento significativo no software de modo geral e na SDN especificamente.  Por que essa necessidade?

Gary: Sempre considerei a migração para redes e serviços sob demanda, baseados em software, um verdadeiro ponto de inflexão no nosso setor, e continuo pensando assim.  Nossos clientes estão buscando ativamente migrar para redes definidas por software, e eles estão nos pedindo ajuda para essa transição.  O mercado de software de rede ainda está no início. Com essa aquisição, temos a vantagem do pioneirismo, o que nos posiciona vantajosamente em um importante nicho de mercado que se encontra em franco crescimento.

E lembre-se de que estamos investindo nessa transformação de software há algum tempo.  Quando apresentamos nossa arquitetura OPn pela primeira vez três anos atrás, a orquestração e a automação habilitadas por software por meio de interfaces abertas eram os princípios mais importantes dessa abordagem.  Desde então, focamos muitos dos nossos recursos nos conceitos de SDN, NFV e virtualização.  Na verdade, hoje, 80% dos funcionários de P&D da Ciena de alguma forma trabalham em desenvolvimento de software.

P: O que os clientes podem esperar da combinação Ciena e Cyan?

Gary: O real cumprimento da promessa da SDN e da virtualização da rede: ajudar os clientes a aumentar a monetização da rede, obter uma entrada mais rápida no mercado com novos serviços e aumentar muito a eficiência e reduzir os custos.  A meta final é elevar o valor comercial da rede e dos serviços de rede para os nossos clientes tornando-a mais ágil e inteligente.

P: Ao mesmo tempo que a marca Cyan está sendo incorporada à Ciena, também está sendo anunciada a criação da nova divisão Blue Planet.

Gary: Sim, Blue Planet é a marca renomada do portfólio SDN e NFV da Cyan, e passaremos a usar esse forte valor de marca a partir de agora em todo o nosso portfólio de softwares.  Os ativos de software de ambas as empresas e uma equipe de mais de 800 funcionários – somando as equipes atuais de NMS e Agility da Ciena e da Cyan – agora estarão incluídos no nome Blue Planet. Fico feliz que Mike Hatfield [antigo presidente da Cyan] lidere essa divisão para nós; ele possui experiência e liderança incríveis e ajudará nossos clientes a implantar redes e serviços definidos por software verdadeiramente abertos.

P: Que partes do negócio caberão à nova divisão Blue Planet?

Gary: O Blue Planet inclui Planet Orchestrate e Planet Operate da Cyan, bem como as atuais soluções Agility SDN e Agility Matrix NFV da Ciena. A divisão Blue Planet, liderada por Mike, inclui desenvolvimento de software, gerenciamento de linhas de produtos, marketing de produtos, serviço e suporte, vendas e desenvolvimento de negócios.  Em breve, falaremos mais sobre essa nova divisão Blue Planet.

P: Qual o próximo passo?

Gary: Bom, tivemos um progresso enorme com a integração da Cyan, mas, evidentemente, ainda há muito a fazer. De fato, há muito poucos clientes comuns às duas empresas; portanto, trocaremos ideias com esses clientes e reforçaremos nosso compromisso de atender às suas necessidades.  Também forneceremos em breve mais detalhes sobre nossos planos de portfólio.