Serviços de saúde

Transformação na prestação de serviços de saúde, uma rede por vez.

Decisões clínicas tomadas em frações de segundo. Acesso em tempo real ao histórico de tratamentos, diagnósticos e medicamentos. Informações precisas compartilhadas com os principais interessados através de redes privadas e seguras. Todos esses fatores desempenham um papel crucial na melhoria da qualidade dos serviços médicos e do atendimento aos pacientes. E, também, todos eles dependem de uma rede de alto desempenho.

O crescimento explosivo de dados médicos, resultante dos avanços na geração de imagens médicas e da transformação digital que converteu registros de papel em arquivos de dados digitais, é um desafio a mais para as instituições globais de serviços de saúde. Essa mudança está criando um problema exponencial sem precedentes na área de TI desse setor, relacionado ao aumento de dados, capacidade de armazenamento e preparação contra desastres. Ao mesmo tempo, o setor de saúde está enfrentando ataques implacáveis de ladrões de identidade e criminosos cibernéticos.

As 3 grandes questões

No. 1

Electronic Health Record networking solutions powered by a high-capacity and high-performance infrastructure can help reduce medical errors and improve patient care by quickly and reliably delivering critical data, handling massive data storage, and responding to unpredictable bandwidth demands.

No. 2

Advanced Medical Imaging and Digital video for telemedicine/telesurgery can save lives, while cost-effectively transporting high-bandwidth fMRI, CT scan, genome sequencing and, uncompressed, native video signals—preserving every detail—over high-bandwidth, low-latency networks with flexibility and precision, regardless of distance.

No. 3

Reliable, secure delivery of sensitive encrypted data gets the right information to the right people, every time when transported across various architectures using FIPs-certified encryption.

O futuro é agora.

Como preparar-se para o futuro dos serviços de saúde
O dilúvio de dados que enfrenta o setor de saúde é uma realidade inevitável que só aumenta à medida que as informações de pacientes são convertidas para o mundo digital. Os benefícios para o atendimento ao paciente e a eficiência organizacional são óbvios. No entanto, isso também resulta em algumas complexidades. Para aderir às diversas normas e regulamentos, é necessário priorizar a segurança e a recuperação de desastres. E a rede desempenha um papel fundamental para garantir a satisfação dessas demandas. As organizações de serviços de saúde devem modernizar as redes de modo a garantir que estejam prepararadas para prestar um atendimento econômico e da mais alta qualidade no novo mundo digital.

Insights do setor

O crescimento explosivo do número de aplicativos médicos digitais significa que as organizações de serviços de saúde dependem cada vez mais da largura de banda para garantir a conectividade onde e quando precisam, o acesso instantâneo às principais informações de pacientes e a preparação em caso de desastres. A eficiência propiciada pela digitalização é essencial para otimizar os fluxos de trabalho clínicos e reduzir o custo dos serviços de saúde. A capacidade de reduzir as diferenças de tempo e distância entre pacientes e provedores de serviços incentiva a transição de modelos de assistência baseados em volume para os baseados em valor profilático.

Simultaneamente, essas organizações enfrentam pressões de custos e desafios para atender às normas governamentais e do setor. Além disso, elas devem encontrar um equilíbrio entre a necessidade de tornar os dados de pacientes mais acessíveis em todo momento e a obrigação de garantir a segurança e a privacidade das informações de saúde protegidas. Hoje mais do que nunca, as organizações de serviços de saúde dependem da rede de comunicações para atender aos crescentes requisitos e possibilitar a existência de um ambiente de serviços de saúde permanentemente conectado.

Ciena Insights

Uma rede saudável é uma ativo empresarial estratégico. As redes dos serviços de saúde devem garantir a disponibilidade constante, atender às normas de conformidade e possibilitar o backup e a recuperação de dados armazenados externamente. Os requisitos da rede estão intimamente vinculados ao tipo de dados armazenados e às pressões impostas à rede para habilitar a acessibilidade a esses dados.

Uma rede saudável é a aquela que pode ser programada com eficácia para priorizar a disponibilidade e a transferência do tráfego. Por exemplo, os dados e vídeos de telecirurgias em tempo real devem ter prioridade sobre outros tráfegos de redes institucionais não clínicas e menos críticas.

Para muitos provedores de serviços de saúde em todo o mundo, os serviços Ethernet podem ser um recurso econômico, pois oferecem atualizações de rede mais incrementais e granulares do que as opções herdadas. Ao padronizar as arquiteturas apropriadas para implementações em grande escala, as organizações de serviços de saúde podem aumentar a visibilidade da rede e garantir um desempenho melhor. Com a adoção da Ethernet, também é possível ter um controle maior sobre as informações de roteamento e das técnicas de criptografia e segurança.

Artigos mais recentes

5 benefícios da Encryption-as-a-Service de camada 1 para sua estratégia de segurança

Com todos os esforços para bloquear dados inativos com firewalls, softwares antivírus e detecções de invasão, os criminosos cibernéticos estão se voltando para a interceptação de dados em trânsito. Nisso, a EaaS (Encryption-as-a-Service) pode...

Amplie os insights de seu interesse.

Assine para receber as últimas notícias sobre redes de serviços de saúde.

Assinar