A rápida adoção de serviços na nuvem, streaming de vídeo, backhaul sem fio 4G e 5G e uma variedade de outras aplicações de alta largura de banda e casos de uso estão colocando uma pressão sem precedentes nas redes das operadoras. Mas não é apenas o volume de tráfego que desafia as operadoras. À medida que mais e mais usuários acessam seus aplicativos e conteúdo na nuvem, a velocidade e a qualidade de sua experiência dependem da agregação e da comutação do tráfego no acesso da rede, as quais devem ser rápidas e de alta largura de banda.