A interconexão de data centers (DCI) está no centro dos novos modelos de negócios globais, da adoção da nuvem e da entrega e serviços de conteúdo digital.  A nuvem, ICP e as operadoras de colocação estão dominando as vendas da DCI, e a DCI também está se tornando mais crucial para outros setores.  De acordo com o Equinix Global Interconnection Index, até 2021, a largura de banda de interconexão global deverá crescer para mais de 8.200 T, o que é substancialmente maior do que a projeção do ano passado. 

 

Figura 1:   crescimento da largura de banda de interconexão até 2021 - Equinix

Espera-se que setor bancário, de telecomunicações e de manufatura sejam grandes contribuintes para a largura de banda total de interconexão até 2021.  Áreas menores de tráfego, como atacado, varejo e serviços de saúde, também devem crescer a taxas de dois dígitos, resultando na necessidade de serviços de maior capacidade com o tempo.

O resultado desse crescimento? Aumento da inovação.

Os sistemas modulares e compactos criados com propósitos específicos surgiram, oferecendo escalabilidade massiva para permitir implementações globais e, ao mesmo tempo, reduzir as despesas operacionais relacionadas ao espaço físico, à energia e ao resfriamento do data center.  Esses sistemas oferecem modularidade e escalabilidade de pagamento conforme o crescimento para cenários de tráfego menor, desta forma, as empresas podem dimensionar de maneira econômica a conectividade para serviços e aplicativos em nuvem. 

A Ciena é a líder em participação de mercado no setor de equipamentos óticos modulares compactos no segundo trimestre de 2018, segundo a Cignal AI, e o Waveserver Ai da Ciena oferece a capacidade de expansão e simplicidade de implantação necessárias para fornecer uma experiência de alta qualidade e desempenho aos clientes usuários finais.

 

  Figura 2:   Mercado de dispositivos DCI compactos, modulares por fornecedor/produto, Cignal AI, setembro de 2018

Novas tecnologias e recursos estão sendo lançados no mercado para aprimorar a escalabilidade e o desempenho de dispositivos DCI compactos e modulares e melhorar a abertura da plataforma, simplificando, ao mesmo tempo, as operações. Estas são cinco inovações que estão sendo impulsionadas por aplicações DCI e pelo aumento da capacidade.

1.       Tecnologia coerente de próxima geração para qualquer aplicação DCI

À medida que os ICPs constroem redes abrangentes que se estendem por todo o globo, as implementações da DCI estão migrando do espaço das aplicações metropolitanas para as de longa distância e submarinas para fornecer entrega de conteúdo global.  Agora, as plataformas DCI criadas para fins específicos devem incorporar tecnologia coerente de próxima geração com modems de transmissão mais elevada para oferecer maior capacidade a distâncias maiores.

As interfaces coerentes de próxima geração oferecem maior capacidade para a DCI, permitindo maior capacidade para aplicações metropolitanas, regionais e de longa distância, ou até mesmo submarinas.  As plataformas DCI com interfaces coerentes altamente programáveis podem ser implantadas em aplicações metropolitanas, permitindo até 400G por comprimento de onda, o dobro da capacidade quando comparadas aos sistemas de 200G.  Para aplicações de longa distância, onde os comprimentos de onda eram anteriormente limitados a 100G, as operadoras agora podem atualizar essas conexões para 200G. Em conexões regionais anteriormente limitados de 150G a 200G, as operadoras agora podem chegar a capacidades de 300G.  Essas interfaces também podem ser usadas para fornecer até 100G por comprimento de onda em conexões submarinas Pan-Pacífcas mais longas e até 200G por comprimento de onda em conexões submarinas mais curtas.  Plataformas como o Waveserver Ai da Ciena maximizam a capacidade de qualquer aplicação a distância, ajustando a capacidade da margem disponível do sistema.

2.       Maior capacidade de fibra com banda L

Para operadoras DCI com acesso limitado à fibra ou que estão experimentando taxas enormes de crescimento do tráfego, o aumento da capacidade por comprimento de onda não é suficiente, portanto as operadoras de rede estão expandindo para a banda L para assim, dobrar a capacidade por fibra.  Isso é especialmente importante para redes DCI submarinas, onde o custo da colocação de cabos submarinos é alto.  Mas também está sendo considerada para algumas redes terrestres.  As modernas plataformas da DCI devem poder escalar a capacidade tanto na banda C como na banda L para maximizar o retorno sobre o investimento na implantação da fibra.

3.       Novos níveis de abertura de software

As operadoras de redes DCI também querem ter a opção de gerenciar suas redes de uma maneira que se ajuste ao seu modelo operacional.   Como resultado, as plataformas DCI criadas para fins específicos abraçaram a simplicidade e a abertura, oferecendo gerenciamento por meio de APIs abertas ou plataformas de software de ciclo de vida de gerenciamento e serviços mais tradicionais, como o Blue Planet MCP (Manage, Control and Plan) da Ciena

As APIs abertas podem simplificar a integração nos sistemas de back-office de gerenciamento existentes e podem permitir novas maneiras de configurar e monitorar a rede por meio de recursos como configuração declarativa e streaming de telemetria.  A abertura agora avança em direção aos componentes de software que se executam nos próprios elementos da rede, oferecendo a flexibilidade de escolher módulos de software e também preparando caminho para o suporte de componentes de software de terceiros.

4.       Interconexão segura com criptografia de camada 1

Conforme os dados na nuvem viajam pelas redes de fibra entre diferentes data centers, a segurança é uma preocupação importante.  A criptografia de transporte de camada 1 está disponível nos produtos DCI modernos, permitindo a criptografia em massa de todos os dados em trânsito entre os data centers.  A criptografia de camada 1 usa criptografia segura AES-256 diretamente da plataforma ótica DCI para fornecer transmissão com taxa de transferência total sem congestionamento de tráfego.  Ela simplifica a arquitetura da segurança e reduz os custos associados ao gerenciamento e à implantação de dispositivos de criptografia separados de camada superior.  A criptografia de camada 1 reduz o risco de violação de dados e as multas regulatórias associadas, protegendo dados sensíveis e registros confidenciais que são transportados pelas redes DCI. 


5.      
Conectividade sob demanda com orquestração de serviços

As empresas, bem como os provedores de serviços, estão optando pela orquestração de serviços para otimizar as arquiteturas de nuvem híbrida e multinuvem para aplicativos de interconexão de nuvem.  As plataformas de orquestração de serviços, como a Orquestração de serviços de múltiplos domínios do Blue Planet (MDSO) da Ciena, permitem que os clientes personalizem e ajustem dinamicamente sua capacidade em links de interconexão para provedores de nuvem.   A orquestração de serviços de múltiplos domínios acelera a entrega de serviços e melhora a experiência do usuário final da empresa.  Também alivia a complexidade da rede e aumenta a automação em redes híbridas ou multinuvem.

Ciena: um parceiro inovador em que você pode confiar para a DCI

A Ciena tem mais experiência com redes de interconexão de alta capacidade do que qualquer outro fornecedor no mercado de DCI atualmente.  A Ovum classifica a Ciena como No. 1 em interconexão global de data centers, com mais de 20% do mercado, e classifica a Ciena como No. 1 no segmento ICP, com 25% de participação de mercado por quarto trimestre consecutivo, do 3T17 até o 2T18.   

 

Figura 3:   Ovum, Global DCI e ICP DCI Market Share Report, agosto de 2018

As soluções DCI comprovadas da Ciena e o histórico de liderança em inovação se combinam para proteger a DCI de qualquer risco. Prova disso são as plataformas de hardware DCI criadas com um propósito específico da Ciena que têm sido implantadas em mais de 100 redes em todo o mundo.  A Ciena oferece a maior escalabilidade e simplifica a DCI com soluções fáceis de implantar, como a família Waveserver, que usa um modelo de implantação do tipo servidor com escalabilidade rack-and-stack, parecido com um servidor de armazenamento ou de computação.  

A recente avaliação do cenário competitivo da DCI da GlobalData deu ao Waveserver Ai, da Ciena, a mais alta classificação do setor em produtos DCI compactos e modulares (veja o gráfico abaixo).  É o único produto a alcançar o ranking de “Líder”, destacando sua capacidade e densidade líderes no setor.  O Waveserver Ai incorpora a tecnologia coerente de próxima geração da Ciena, WaveLogic Ai, para oferecer capacidade de programação de 100G a 400G em incrementos de 50G e assim ajustar a capacidade e maximizar a utilização da fibra para qualquer aplicação à distância.

 

Figura 4: avaliação do cenário competitivo da DCI ( DCI Competitive Landscape Assessment) da GlobalData, agosto de 2018

Leve em conta que a largura de banda continuará crescendo e as necessidades da DCI evoluirão...  você tem um parceiro que possa inovar para atender às necessidades variáveis do mercado?  Reduza o risco da sua DCI e alivie a complexidade associada à modernização de sua rede de interconexão com um parceiro que tenha um histórico comprovado de inovação: a Ciena.