A fibra óptica nunca foi tão importante quanto nos dias de hoje, e essa importância só deve aumentar. Com o avanço das implementações de 4G e 5G, espera-se um aumento de quase seis vezes no tráfego de dados móveis nos próximos 5 anos (de acordo com o relatório Network Traffic Forecast: 2018-23, da Ovum, publicado em dezembro de 2018). O resultado? Demanda massiva por capacidade de transporte para redes celulares. Combinando isso com a densificação dos sites da rede móvel necessária para fornecer cobertura adequada em um espectro mais alto, o escoamento do tráfego móvel será um dos principais motivadores para a ampliação das redes de fibra. 

Os segmentos residencial, empresarial e governo também reforçam o impulso por mais fibra. Vídeo continua sendo a principal aplicação, crescendo sua participação no total de tráfego Internet de 58% para 61% de 2018 a 2019 (de acordo com o relatório 2019 Internet Phenomena Report, da Sandvine). O aumento da oferta de IPTV está desempenhando um papel importante nesse crescimento, mas a evolução dos padrões de qualidade de vídeo deve ser o principal combustível para o crescimento de quatro vezes no tráfego de vídeo que a Ovum prevê de 2018 a 2023, no mesmo relatório. O insaciável desejo dos consumidores por mais banda está levando operadoras e provedores a uma corrida para aumentar seu mix de oferta de banda em suas áreas de cobertura: um trunfo no jogo onde a maior “velocidade” costuma ganhar o cliente.

Análises de aquisições recentes de operadoras e provedores regionais de telecom mostram que o valuation da maioria dessas empresas é quase sempre baseado em suas redes de fibra. Os relatos dessas aquisições enfatizam os quilômetros de rota de fibra, com raras menções à base de clientes ou à expertise em serviços da companhia. “Quilômetro de fibra” tornou-se a referência de valor no setor de telecomunicações.

Então, o que está impedindo os provedores de serviços de implantarem ainda mais fibra?

A construção de redes de fibra leva tempo e requer um alto CAPEX, dificultando sua priorização pelas operadoras e provedores. Uma operadora fixa tipicamente consegue investir de 14% a 18% de sua receita. Tendo que dedicar seus recursos a prioridades críticas como transformação digital, modernização de sistemas e plataformas, evolução de serviços e obrigações regulatórias, as grandes operadoras acabam extremamente limitadas na necessária ampliação de seus ativos de fibra. Isso acarreta uma demanda latente de fibra no mercado.

Já para os provedores e operadoras regionais, os investimentos em fibra geralmente são limitados por seu longo payback. Como o retorno do investimento leva vários anos e depende da atração rápida (e incerta) de clientes para as novas rotas de fibra, é difícil aprovar e priorizar o business case dessas expansões. Para viabilizar novos investimentos, é essencial abreviar o período de retorno, garantindo a rápida adesão de clientes e maximizando a monetização das novas construções. Os provedores focados em fibra que têm obtido sucesso em aumentar continuamente suas redes, o estão fazendo concentrando-se em mercados de alto crescimento, e dentre estes merece especial destaque o segmento de atacado para backhaul móvel.     

A demanda promissora por backhaul móvel

As operadoras de rede móvel (MNOs) precisam conectar suas torres e rádios à sua rede. Nas gerações anteriores de redes móveis, rádios dedicados e par metálico conectavam uma porção substancial das torres de celular. Com o aumento do consumo de dados móveis decorrente da massificação do 4G, tornou-se inevitável levar fibra até a torre. As tecnologias packet-optical / carrier ethernet tornaram-se, e continuam a ser, a alternativa de alta capacidade, baixa latência e custo otimizado para redes de backhaul móvel.  

A evolução do 4G/LTE tende a ser o principal fator para o crescimento contínuo da demanda de backhaul móvel nos próximos 3 anos, com a quantidade de dados 4G quase triplicando de 2019 a 2022, de acordo com a Ovum. Os sites celulares, que até recentemente contavam com transporte de 100 Mbps, encontram-se em estágio avançado de migração para 1 Gbps, e muitas MNOs começam a exigir que seus provedores de backhaul estejam prontos para implantar 10 Gbps por torre a qualquer tempo.

Soma-se a isso toda a força transformadora da introdução do 5G, que estabelecerá um novo patamar de requisitos para o backhaul e novas oportunidades no fronthaul, com conexões de alta capacidade entre RRUs e BBUs para suportar a arquitetura de cloud RAN. Para entregar toda a promessa do 5G, a rede precisará ser radicalmente redesenhada. Novas ferramentas, como segment routing e network slicing entrarão em ação para garantir o desempenho ponta-a-ponta, permitindo a escalabilidade e baixa latência necessárias para suportar novas aplicações. Para capturar esta oportunidade, os provedores de conectividade no atacado precisarão adaptar sua infraestrutura de acordo.

Benefícios adicionais de investir no negócio de atacado

Investir no negócio de atacado não apenas gera novas receitas e permite ao provedor operar sua rede óptica em uma maior escala, mas também traz o importante benefício competitivo de inibir novos investimentos na região. Quando a maioria dos players está lutando para priorizar seus investimentos, a existência de uma alternativa de acesso local com bom desempenho a preços justos é geralmente suficiente para desestimular novas construções de fibra por outras empresas, preservando a vantagem competitiva do detentor da infraestrutura.

Um número crescente de provedores de redes regionais tem se concentrado no atacado, alcançando taxas de crescimento de dois dígitos nas receitas de backhaul móvel - uma marca impressionante dado que o mercado de telecomunicações como um todo encontra-se um tanto estagnado. Enquanto alguns players de fibra apostam na oferta de infraestrutura de atacado como seu principal negócio, outros provedores estão aproveitando essa oportunidade como alternativa de diversificação de receita e ganho de escala.

A oportunidade vai além da venda de excesso de capacidade: a demanda de atacado vem sendo usada para patrocinar a expansão da rede, acelerando o retorno do investimento de novas construções. Como vantagem adicional, essa demanda abundante gera grandes volumes de tráfego na agregação e no núcleo das redes ópticas e de pacotes, permitindo que os provedores diminuam substancialmente seu custo por bit, ganhando mais competitividade e oferecendo mais banda a custos mais baixos para clientes residenciais e corporativos. 

Preparando-se para prosperar no mercado atacadista de comunicações

Para conseguir capturar essa demanda das operadoras móveis e todos os benefícios que ela traz, os provedores e operadoras regionais precisam estar equipados para oferecer a confiabilidade e a flexibilidade que essas operações críticas exigem. Os negócios das operadoras móveis estão evoluindo dinamicamente e seus provedores de transporte tem que estar preparados para fornecer o crescimento de banda e as atualizações de arquitetura de que eles exigem, a um custo adequado.

Isso só é possível com uma infraestrutura altamente escalável e programável, enriquecida por ferramentas de analytics e inteligência, e orquestrada por software avançado. Essa é a Adaptive Network™, o framework da Ciena para uma jornada de evolução da rede que habilita os provedores de serviços a prosperarem em um mercado em constante mudança.

A Ciena é uma líder em backhaul móvel, com um conjunto flexível e abrangente de soluções ópticas, ethernet, IP, software e de serviços que suportam provedores e operadoras a atenderem às demandas atuais e futuras do mercado. Podemos ajudá-lo a obter muito mais da sua rede de fibra. Mais capacidade, através de maior eficiência e escalabilidade. E mais receitas, aumentando a confiabilidade do seu serviço e trazendo novas credenciais à sua rede - fatores críticos de qualificação frente aos clientes operadores móveis.

Queremos trabalhar com você para enfrentar os desafios do transporte da enorme expansão do tráfego LTE e ajudá-lo a se destacar na revolução do 5G que está começando e em cuja inovação temos posição de destaque.   Você pode aproveitar a oportunidade de atacado e embarcar em um ciclo virtuoso de investimentos rentáveis e eficientes em fibra. Queremos embarcar com você nessa jornada!