A teleproteção nas redes de serviços públicos requer desempenho de rede determinístico, algo que não está normalmente associado a redes de pacotes. No entanto, tecnologias Carrier Ethernet modernas como o G.8032 possibilitam que recursos sofisticados garantam QoS e prioridade aos sinais de proteção, entregando latência e desempenho de rede previsíveis, comparáveis aos das soluções SONET/SDH. Nesta sessão de Chalk Talk, Jim Westdorp da Ciena fala sobre o uso da Carrier Ethernet para teleproteção em redes de serviços públicos.